Islândia é o primeiro país a tornar ilegal a diferença salarial

Desde o início do ano entrou em vigor uma lei que torna ilegal pagar mais a homens do que as mulheres no país. A Islândia torna-se assim o primeiro país no mundo a tornar a igualdade salarial obrigatória. A ilha nórdica pretende erradicar as disparidades salariais entre homens e mulheres até 2022.

A medida será aplicada tanto nos órgãos governamentais como nas empresas do setor privado com mais de 25 funcionários. Todos terão de obter uma certificação especial do governo garantindo que aplicam políticas de igualdade salarial. Se não conseguirem a certificação, serão autuados.

Leia na integra esta reportagem da PME Magazine aqui.